Hoje depois de uma noite de insonia pensando para onde ir, preciso entrar na sala de ensaio e sair do meu conforto. Ir além do meu corpo. Buscar a sombra.

“Bacon disse muitas vezes  que a sombra no dominio  das figuras, tinha tanta presença quanto o corpo, mas a sombra  só adquire  esta presença porque escapa  do corpo, ela é o corpo que escapou por um ponto localizado no contorno…”  (Deleuze)

Anúncios