O que resolvi  tentar  foi fazer do blog o   meu caderno de anotações . Não tenho apagado nada desde que comecei a  escrever aqui e as vezes me surpreendo como  tudo foi e vai se transformando. Essa pesquisa já tem muito tempo , estou pensando sobre este solo a 2 anos e estou em uma sala de ensaio desde novembro. Sou muito lenta. Para mim  todo processo de criação  é doloroso e solitário, imagino que é para muitos e principalmente para quem trabalha sozinho ( recentemente  comecei a  dividir  com Felipe) . A minha expectativa aqui era dividir e compartilhar esta solidão. Mas fui percebendo que as pesquisas estaõ em tempos diferentes e a  necessidade de cada um  e o lugar em que  cada um esta também é.   Estou na fase em que preciso entender o que fiz,  estou   precisando muito do outro. Como escrevi antes eu não tenho duvida do que fiz eu tenho que entender agora é o como fazer.  Escrever aqui é me expor mas penso que é sobre isso que a gente trabalha e apesar de ter tido e ainda tenho um trabalho enorme para aprender a mexer nesta maquina, resolvi realmente experimentar esta outra exposição. Abrir o diario do meu processo, as ideias e as leituras e inspirações sempre e de vez em quando a alma.

Anúncios